1/16
 
 
MEMORIAL

Este apartamento, localizado em edifício do início do século XII em Paris, foi comprado por uma família de brasileiros no ano 2000. Pelos próximos 15 anos o imóvel foi mantido como estava na hora da compra: carpete, cortinas e móveis em tons de rosa emprestavam um ar de pitoresca decadência. Só em 2015 resolveram reformá-lo sob o comando dos escritórios CR2 Arquitetura e FGMF Arquitetos.

O imóvel de apenas 19 m² tem uma localização pra lá de privilegiada: está no coração de Paris, na Île de la Cité, em edifício construído em 1118 e reformado em 1849. O edifício, nas margens do rio Sena, tem sobre suas portas as imagens de Heloisa e Abelardo, uma espécie de Romeu e Julieta franceses e que viveram neste endereço no século XII.

O studio, como costuma ser chamado este tipo de apartamento pequeno, abriga os proprietários nas suas frequentes visitas à cidade e, quando não ocupado por eles, é alugado para turistas ávidos por uma experiência menos convencional para conhecer a cidade. Para tanto, a reforma devia deixá-lo funcional, prático e moderno, mas sem perder a identidade. Tudo isso sem esquecer do budget reduzido e do prazo curto.

O carpete rosa deu lugar a um piso em madeira clara. As pesadas cortinas saíram e persianas elétricas foram colocadas na parte externa das janelas. A cozinha, que antes estava dentro de um armário, ficou completamente aberta e mais funcional. E o antigo armário com portas deu lugar a uma estante aberta na cor cinza com poucos volumes fechados na cor branca: uma escrivaninha, armário para cabides e gavetões para roupa de cama.

 

FICHA TÉCNICA

Autores: Cecilia Reichstul e Clara Reynaldo (CR2 Arquitetura) e Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz (FGMF Arquitetos)

Colaboradores: Tatiane Waileman

Fotos: Fran Parente

 

DADOS GERAIS

Localização: Paris (França)

Área: 19m²

Projeto: 2015

Obra: 2015