1/12
 
 
MEMORIAL

Sala muito estreita e mal iluminada, paredes com mofo e piso de madeira deformado pela umidade do piso, este era o cenário do apartamento na primeira visita. O pedido era por um lugar descolado, convidativo, amplo e bem iluminado.

A ideia foi integrar a sala com a cozinha e abrir os dois jardins menores que antes estavam fechados por cobertura metálica. Isso fez com que o apartamento respirasse e ficasse iluminado. A área do terceiro quarto e um dos banheiros sociais (haviam 2) foi incorporada  à sala, criando um proporção mais adequada para a disposição dos móveis. Nesta demolição descobrimos 2 pilares e foram eles os protagonistas da história, ao servirem como suporte para a nova mesa de jantar.

Os espaços se confundem e se entrelaçam assim como seus móveis que ora servem para guardar pratos, embaixo da bancada da cozinha, ora servem para colocar aparelho de DVD e TV à cabo, quando fica próximo ao sofá. A cozinha, destacada com ladrilho hidráulico de piso a teto, está no coração da casa, possibilitando jantares e encontro com os amigos no final de semana.

A Iluminação, umas das principais preocupações dos clientes foi conseguida ao abrir dois jardins que estavam fechados e substituir os fechamentos por grande folhas de vidro transparentes.

 

FICHA TÉCNICA

Autores: Clara Reynaldo e Daniela Veras

Colaboradora: Fabiana Ferré

Fotos: Fran Parente

 

DADOS GERAIS

Localização: São Paulo, SP (Brasil)

Área terreno: 170m²

Àrea construída; 98m²

Projeto: 2009-2010

Obra: 2010