1/6
 
 
MEMORIAL

Por problema de acústica a boate ficou fechada por mais de um ano. Durante este período, os clientes viram não só a necessidade de revestir a casa com material acústico como de resolver alguns problemas do espaço, tais quais: fluxo, área dos caixas, local do DJ e tamanho do bar.

Com isto na proposta foi retirado o mezanino, criada uma nova antecâmara do lado oposto à existente e entre elas encaixado o bar. Sobre este, e com acesso através de escada posicionada de frente para a nova antecâmara, criou-se um mezanino/camarote com vista privilegiada para o DJ. Que agora, não mais fica sob a entrada, de costas para quem entra, mas de frente. Já o nivelamento do piso, após a descida da rampa, possibilitou a ampliação dos caixas criando um balcão de pagamento.

Na parte do revestimento, uma “pele” cobre toda a caixa ajudando no isolamento acústico e na identidade visual do local. Sob a “pele” passam as fiações, e lâmpadas para iluminar o local.

Com estas mudanças o ambiente fica mais coeso. E as barreiras visuais e espaciais são minimizadas. O redimensionamento do bar e do mezanino também ajuda na utilização do espaço por adquirirem proporções mais adequadas aos usos da casa pelos freqüentadores.

 

FICHA TÉCNICA

Autores: Clara Reynaldo e José Carlos Silveira Júnior

Perspectivas: José Carlos Silveira Júnior

 

DADOS GERAIS

Localização: São Paulo, SP (Brasil)

Área terreno: 304m²

Projeto: 2008